Ele pode ter vários nomes (Rider Switch ou Child Swap), e funcionar de diferentes maneiras em cada parque, mas o propósito é o mesmo: possibilitar que famílias/grupos acompanhados de crianças pequenas, se revezem em atrações mais radicais sem que haja a necessidade de pegar a fila duas vezes.

Vou explicar mais detalhadamente.

Parques Disney:

Na Disney eRider Switch Passsse sistema chama-se Rider Switch (mas se você falar Child Swap, eles entendem também). E para utilizá-lo você deve se apresentar com a criança na entrada da atração e solicitar o uso. Será entregue a você um “crachá”, e este deverá ser trocado com o Cast Member que controla a entrada no “carrinho” da atração por outro cartão (parecido com os Fastpass antigos). É este cartão que dará acesso a quem ficou com a criança do lado de fora. A entrada com este cartão é feita pela fila do Fastpass, e é permitida a entrada de 3 pessoas. Assim, se seu grupo tiver quatro pessoas mais a criança, três poderão entrar na fila normal primeiramente, e uma ficar com a criança do lado de fora. Na hora da troca, essa pessoa que ficou acompanhando a criança poderá levar mais duas, para não brincar sozinho. Outro detalhe importante: é que você não precisa utilizá-lo no mesmo dia. No próprio cartão vem impressa a data de validade.

Parques Universal e Islands of Adventure:

Aqui eles chamam de Child Swap e tem a mesma função. A diferença é que você não aguarda do lado de fora. Nestes parques , as crianças entram nas filas junto com os adultos e quando chegam próximos a entrar no “carrinho” são encaminhados para um salinha, para aguardarem a troca. Outra diferença é que, na hora da troca, na maioria das atrações, mais de três pessoas podem ir novamente com quem estava com a criança. Não há um controle tão rígido em relação ao número de acompanhantes.

Child Swap da atração Transformers
                    IMG_1729 copy DSC08558 copy
Child Swap da atração Revenge of the Mummy

IMG_1761 copy

               IMG_1758 copy IMG_1759 copy

Parques Sea World e Busch Gardens:

Também se chama Child Swap, e como nos parques Disney, não há uma salinha para aguardar com a criança. Na entrada da fila, você solicita o Child Swap e diz quantas pessoas há no grupo. O funcionário marca a quantidade de pessoas do grupo em um cartão e solicita que entre na fila apenas a metade do grupo. Este cartão deve ser mostrado próximo ao carrinho e nele será marcado quantas pessoas passaram na primeira vez. Ao sair da atração, você entrega o cartão para a outra metade do grupo que faz o mesmo procedimento só que desta vez o cartão fica retido. Outra coisinha legal, é que a fila usada neste sistema é a fila express (a Quick Queue). Muito bom !!!

ADRENALINA BOTÃO

Agora, não dá mais pra culpar as crianças por não poder ir nas atrações radicais. Bora tomar coragem e se divertir !!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
gostou? compartilhe!
0
comentários
 
poderá gostar também de...

0 Comentários

Deixe o seu comentário!